Parece mesmo uma série de textos picareta, como bem comentou a internauta/amiga Marina há dois dias atrás. Mas é dentro da simplicidade de uma conversa espontânea e não ensaiada, em um programa de bate-papo, que traços fortes da personalidade de cada um se revelam. Calmo? Direto? Detalhista? Engraçado?

Assim você tem a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre os invasores bárbaros, um grupo tão diferente e heterogêneo quanto as músicas que a gente apresenta por aqui. E, é claro, continua sabendo um pouco mais dos sons que povoam ouvidos espalhados por todo o mundo.

Hoje nosso integrante boliviano/brasileiro Carlos “Bolívia” Jáuregui nos convida a conhecer uma mistura bem interessante.

15:08 eu: cara… perguntinha rápida
qual seu clipe preferido?
Carlos: Nossa, que difícil
Entre todos os clipes que já vi na minha vida?
Brincadeira de Criança do Molejão?
hauhauhauhau
15:09 eu: hahahahahaha
mas fala algo do invasões
Carlos: por que e para que?
eu: o seu clipe preferido dentro do universo bárbaro
15:10 depois te explico
Carlos: mmmm….
15:11 Acho que é Fils de Cham do Tété
eu: hummm
mas pq?
pensei que vc ia escolher algo em espanhol
Carlos: Mas é um clipe muito hispânico
15:12 Na verdade é um clipe bastante rico…
É feito por um senegalês, cantado em francês com muitas referências ao dia dos mortos no México
Além de ter imagens bem fortes da África, da pobreza… etc…
15:14 é muito rico em referências
eu: sim, sim…
compreendi
15:15 bem falado
Carlos: agora me fala por que vc perguntou isso?

Abaixo ficamos com a resposta 🙂