O novo pai do blog andou meio ausente com suas responsabilidades (ressaca pós-carnaval boliviano? Não se sabe) na última semana. Mas antes que fiquemos devendo uma programação, cá está ela:

BLOCO 01
1. Maria Betânia – Terezinha [Brasil]
2. Skamp + Andrius Mamontovas – Nieko Panasaus [Lituânia]

BLOCO 02
1. Shikao Suga – Yuudachi [Japão]
Tema de abertura de Boogiepop Phantom (2000)
2. Jorge Drexler – Noctiluca [Uruguai]

BLOCO 03
1. Shikao Suga – Nobody Knows [Japão]
Tema de abertura de xxxHOLiC (2008)
2. Bisso na Bisso – Tonton [Congo Brazzaville]
3. Happysad – Millowy Las [Polônia]

BLOCO 04
1. Shikao Suga – Hajimari no Hi [Japão]
Tema de abertura de Tegami Bachi (2009)
2. La Rue Ketanou – Sur Lês Chemins de la Boheme [França]

A programação musical é minha, mas o tema do programa foi escolhido por Guilherme Almeida, que nos trouxe três músicas do japonês Shikao Suga, famoso em seu país como compositor de trilhas e temas de abertura para animes. Chamamos atenção para o fato de um desses animes ser considerado “de temática adulta”. Parece fácil descobrir qual é pelo nome, mas o Guilherme nos explica que não exatamente. O triplo X não quer dizer nada e, apesar do anime adulto ser mesmo HOLiC, “adulto” também não é o que você está pensando – a temática dele são espíritos, alma de gente morta, entre outras amenidades.

Fora isso, em uma das poucas vezes que tocamos música brasileira, mandamos o cover que Didi Mocó & Cia fez para homenagear nossa querida Maria Bethânia.