A exemplo da situação política brasileira, esta edição também se parece muito com uma série da Netflix… porque é sobre a trilha sonora dela.

Pérolas do passado para reconstruir loucos anos 70...

Pérolas do passado para reconstruir loucos anos 70…

Pela primeira vez, Thiago Borges assume o comando da milícia. Seu braço direito, Guilherme Almeida, é o homem que dá as ordens musicais no nosso muy especial contenido avulso. Aqui, a trilha sonora da série Narcos é o gancho para um passeio pela música da América Latina.

Nesta edição:
– coisas difíceis de pronunciar (como sempre), mas muito boas de ouvir;
– histórias e o perfil das músicas escolhidas para a caracterização da série;
– psicodelia mexicana, nadaísmo colombiano e outras delícias de décadas passadas;
– nem todas as músicas da trilha estão liberadas para o Brasil no spotify – parem de fazer a internet com muros, caceta!

BLOCO 01
Fettes Brot – Kannste Kommen [Alemanha]
Radwimps – Haipābenchireishon [Japão]
Los Yetis – Revolucionando [Colômbia]

BLOCO 02
Rodrigo Amarante – Tuyo [Brasil]
Gatibu – Euritan Dantzan [Espanha]

BLOCO 03
Los Dug Dug’s – Smog [México]
Hökartorget – ADHD-skalle [Suécia]

BLOCO 04
Elia Y Elizabeth – Todo En La Vida [Colômbia]
Pascal Comelade + Les Liminianas – El Vici Birra-Crucis [França]
AppleSawc & Okmalumkoolkat – Roundhouse Kick [África do Sul]

Saudades de tomar uma após a gravação. Um abraço, senhores

Saudades de tomar uma após a gravação. Um abraço, senhores

Participaram: Guilherme Almeida e Thiago Borges / Técnica: Cachorro França