Heavy Metal italiano numa edição cheia de música de balada. Esse programa é pura esquizofrenia ou pura diversidade cultural: não está claro qual das opções.

"Rispettare il metallo"

“Rispettare il metallo”

Guilherme Almeida montou uma programação musical estilo “as 6 melhores da pista de dança”. Costoli respondeu com o som pesado da banda italiana Black Elephant. Entre uma coisa e outra, acharam tempo para ler uma notícia bizarra e ilustrar com um cover deveras inusitado. Uma loucura completa.

Nesta edição:
– trilha sonora para baladas argelinas, suecas, sul-coreanas, entre outras;
– cante com a gente: “bate forte o tambor, eu quero tic tic tic tar” em russo;
– uma cantora uzbeque clamando por Neymar;
e il metaaaaaaallo italiano, per chiudere la follia.

BLOCO 01
Nyusha – Vyshe [Rússia]
Cheb Bilal – Yeppa Mama [Argélia]

BLOCO 02
Murat Nasyrov – Malchik hochet v Tambov [Rússia]
Yulduz Usmonova – Opa Opa Jonim [Uzbequistão]

BLOCO 03
Black Elephant – Come Serpenti [Itália]
Panda Da Panda – Bermudatriangeln [Suécia]
Willy Denzey – Elle [França]

BLOCO 04
Black Elephant – Male Di Miele [Itália]
Black Elephant – Voglio Fare Il Velino [Itália]
Glen Check – The Flashback [Coreia do Sul]

Detalhe para o MARAVILHOSO clipe da versão de Murat Nasyrov:

Participaram: Guilherme Almeida e Igor Costoli / Técnica: Cachorro França