Duas cidades da América do Sul terão um motivo especial para comemorar a trégua na instabilidade política que envolveu a região nas últimas semanas. Diversos músicos latino-americanos estarão presentes, neste domingo, na ponte Simón Bolívar, que liga os municípios de Villa del Rosario (Colômbia) e San Antonio Del Tachira (Venezuela), para realizar um mega evento gratuito, o concerto “Paz sem fronteiras”.

Os habitantes das duas cidades viveram clima de tensão no início deste mês de março. A crise diplomática que envolveu Colômbia, Venezuela e Equador deixou a região em estado de alerta, pelo movimento de contingentes militares e a possibilidade de um conflito armado.

A política sul-americana povoou os noticiários de todo mundo, mobilizou ideologias, e polarizou inclusive duas das mais importantes revistas semanais do Brasil. Bem, mas vamos esquecer Chávez, Uribe e Correa, ao menos por enquanto.

O fato é que os músicos dos países em questão aparentam ter mais bom senso que seus governantes. O colombiano Juanes (foto), o equatoriano Juan Fernando Velasco e o venezuelano Ricardo Montaner são alguns desses cantores. A festa ainda terá Juan Luis Guerra, Carlos Vives, Ricky Martin, Alejandro Sanz, entre outros.

“Nossa idéia é demonstrar que somos irmãos, que não aceitaremos mais manifestações violentas e que não nos importam as fronteiras, por isso tocaremos em um lugar tão simbolico como é a ponte Simón Bolívar da população de Cúcuta, que une Venezuela e Colombia”, afirmou Juanes, o grande idealizador do evento.

Os leitores do Invasões Bárbaras que quiserem acompanhar o show ao vivo podem entrar no site do Terra TV da Colômbia, e acompanhar a transmissão a partir das 14h.

A declaração de Juanes está presente no jornal El Tiempo, da Colômbia, e El Periódico de Aragón, da Espanha, e foi traduzida para melhor compreensão.

Até a próxima