Como vinha dizendo o Vetrô, 4 meses separaram a idéia da estréia. E se você acha que esse processo foi rápido, você não viu nada! Pouco antes da estréia do programa, falamos para a TV UFMG. Claro, nossa primeira entrevista tinha que ser “caseira”, porque afinal poderia ter sido a única mesmo. Menos de um mês depois, contudo, descobríamos que esse pensamento subestimava, e muito, o Invasões Bárbaras.

– E aí, que é que você tá arrumando?
– Cara, tô num projeto que acho que dá uma boa pauta pra vocês…

E a entrevista acabou virando parceria. Da direção do Agenda partiu o convite para um quadro semanal, em que apresentamos os clipes que encontramos em nossa pesquisa. E assim, em agosto, apenas dois meses depois da estréia, invadíamos também a Rede Minas de Televisão. Como dizíamos, o programa é tão bom que anda sozinho… e estávamos errados de novo.

Em setembro passado, nossos amigos do Pílula Pop nos convidaram pruma conversa. O bom papo virou uma matéria divertida, talvez a que mais nos faça justiça até hoje. Exceto pela foto do cantor Moon Hee-joon, sempre a ilustrar nossas pesquisas. Já estávamos cansados de exibir a foto do coreano, quando eis que do seleto público do site, parte convite para uma nova conversa. Conversa publicada em outubro, no jornal de maior circulação do país.

Resumindo uma história que está longe de seu final: O programa não anda sozinho, ele voa!