Da República Dominicana para o mundo. O cantor e compositor Juan Luis Guerra já lançou 14 discos nos seus 23 anos de carreira, com 15 milhões de cópias vendidas. Das apresentações na escola, passando pela gravação de jingles para uma TV local, até a gravação do primeiro disco, em 1984. Soplando trazia a união de Guerra e sua banda 4.40. O álbum traz a marca do merengue (ritmo dominicano) com uma boa dose de jazz.

Uma carreira repleta de baladas e bachatas (outro gênero típico de seu país) marcantes. O reconhecimento chegou já em 1989 com o disco Ojalá que llueva café, que alcançou grande sucesso na América Latina. O caminho estava aberto e em 90 o dominicano lançou o seu trabalho de maior sucesso. Bachata Rosa foi marcante comercialmente e vendeu cerca de cinco milhões de cópias, recorde pessoal de Guerra.

A boa fase rendeu muitas apresentações em território latino-americano e também na Europa. Por esse disco, o músico ganhou o seu primeiro Grammy e transformou muitas músicas em verdadeiros clássicos. Bachata Rosa ganhou uma versão para o público brasileiro: Romance Rosa, com canções traduzidas para o português. Uma delas, “Burbujas de Amor”/”Borbulhas de Amor” ficou conhecida na voz do cantor Fagner.

Na década de noventa a sonoridade de Guerra sofre algumas mudanças. Para muitos a alegria presente nos discos anteriores se perdeu, para outros começam aí os melhores anos do dominicano. O ar mais sério e nostálgico de algumas canções e as críticas sociais de outras fizeram com que o disco Areito (1992) vendesse aproximadamente 2 milhões de cópias. Na mesma época a canção “El costo de la vida” causou certa controvérsia. Muitos acharam que Guerra, por ter origem na classe média, não era a pessoa adequada para fazer uma canção que falava da pobreza dos dominicanos e de muitos habitantes da América Latina.

Bem, mas essa foi uma das poucas polêmicas que atingiu o cantor. Tímido e reservado, Juan até desacelerou o ritmo dos concertos nessa parte de sua vida. Ele mesmo admite que o sucesso daquele momento era bem maior do que o esperado. Mas a carreira seguiu, com muitas parcerias e desenvolvimento também da figura de empresário e produtor. Em 95, por exemplo, o músico funda a rádio Viva FM e o canal Mango TV (vendido em 2003).

A produção seguiu desacelerada. Um disco em 98, outro apenas em 2004 e muitas apresentações, regravações e prêmios nesse intervalo. Em 2007, Juan Luis y Los 4.40 gravam o álbum La Llave de Mi Corazón, que leva os principais prêmios da oitava edição do Grammy Latino. A divulgação e o marketing envolvendo o disco foram enormes e com isso Guerra espera se aproximar ainda mais de outros mercados. A canção que leva o mesmo nome do disco apresenta fusões com vários ritmos e possui versão em inglês e também em português. Aqui, nós ficamos com a música original, em espanhol.