Quer saber o que aconteceu com seus ídolos de infância? O Invasões Bárbaras traz uma série de três posts sobre artistas que se destacaram na infância e depois retornaram, revolucionando aquela imagem angelical que seus pais cuidadosamente construíram. Este primeiro post é sobre um nome que se sobressai mundialmente quando se fala de fenômenos mirins.

O pequeno Jordy Lemoine esteve no topo nas paradas de sucesso em 1992, quando, com apenas 4 anos, lançou o hit “Dur dur d’être bébé“. O rapazinho iria lançar três álbuns – Pochette surprise, de 92, Potion magique, de 93, e Récréation, de 95 – e faturar milhões antes de se mudar do caderno de cultura dos jornais para os cadernos policiais. Seu caso acendeu uma discussão inflamada sobre a exploração de crianças no mundo do entretenimento e os reflexos de seu trabalho na formação psicológica delas.

Jordy até que tentou manter a fama, mas ficou fora de foco até 2005. Foi neste ano que ele participou de um reality show francês, chamado La Ferme Célébrités II (A Fazenda das Celebridades) e sair da merda (literalmente) em primeiro lugar. O jovenzinho participou do programa defendendo a Association France Parkinson, que luta contra o mal de Parkinson no país e trouxe de lá 180 mil euros para eles e mais uma bolada para si próprio. Daí para lançar um novo single de sucesso na França foi apenas um ano.

O single “Je t’apprendrai”, de 2006, alçou o simpático garotinho de novo às telas de televisão francesas. No lançamento do álbum Vingt’Age (uma brincadeira com Vintage – denominação para uma moda retrógrada – e Vingt – vinte, a idade de Jordy em 2008) houve até um programa de televisão na cadeia regional 5050tv.

Agora, Jordy and the Dixies têm um perfil no MySpace com partes das músicas que estão no CD. Jordy cresceu e agora faz um rock moderno, com pitadas indie e tentando recuperar algum de seu dinheiro que seu pai torrou ainda em sua infância.

Em abril deste ano, a justiça francesa determinou que a gravadora da infância de Jordy, a Sony/BMG, pagasse ao artista 820 mil euros pelos direitos de suas músicas da época de petiz. O que Jordy diz em sua autobiografia “Je ne suis plus un bébé” é que ele não recebeu quase nada do dinheiro que ele teria rendido à Sony.

Como próximo evento no MySpace de Jordy, está a sua participação na “24 heures motonautiques de Rouen“, corrida de barcos anuais, da qual ele participa desde 2007. Boa sorte para o rapaz!

Para ilustrar o que foi dito, ficamos com a música “Diplomate”, em um vídeo que traz a apresentação de Jordy e sua banda: The Dixies.

http://www.youtube.com/watch?v=tHvvWFXYRcQ

No próximo post, uma estrela mirim que conseguiu se manter no auge por 35 anos sem grandes escândalos e mudanças radicais. Não perca a série sobre os fenômenos infantis no Invasões. Próximo capítulo na terça que vem!