O fim do ano chega, Papai Noel invade os shoppings e a necessidade de comprar fica ainda mais irresistível. Luzes, cores, preços e nada de crise, ao menos aos olhos de alguém que não acompanha a velocidade da ganância dos donos do mundo.

E o Bom Velhinho também exerce influência sobre os fornos musicais ao redor do globo, afinal lançar álbuns nesta época do ano se torna assaz interessante. O importante é lançar o cd depois da metade da temporada. Setembro e outubro são boas pedidas.

Assim, ainda sobra algum tempo para as canções tocarem nas rádios, ficarem na cabeça e forçarem aquela ida às lojas. Um cd do Rappa pro filho, um do Skank pra filha, um do Roberto Carlos pra esposa. Você fica feliz e quem sabe, no fim das contas, ainda recebe as raridades de Zezé di Camargo e Luciano.

Hum…

Parece ácido, mas não, a intenção aqui passa longe de bandeiras anti-consumo e de crítica ao capitalismo. O Invasões Bárbaras e toda a carga ideológica (??) por trás das “músicas para derrubar o império” nada têm de movimento militante em prol da expropriação dos latifúndios musicais anglófonos condensados pelo planeta (!!). É só pra diversificar mesmo. Simples assim.

Diante da banca de cds piratas da esquina e da “mulinha” insinuante a sua frente, nada mais exótico do que comprar um álbum lá na loja. Bem, mas é pra ajudar que estou aqui. Dicas para você surpreender na festinha da firma. Tome nota:

Los Pericos – Pura Vida


A banda argentina lançou seu 14° álbum em setembro e parece ter recuperado muito de suas raízes regueiras. Aposta para emplacar alguns hits no verão latino e por que não, aqui também no Invasões. Com presença anterior no Conversões, deve sobrar espaço pra eles no Saído do Forno. Pra comprar, presentear e pedir emprestado pra curtir naquelas férias na praia.

Cartel de Santa – Cartel de Santa IV


O vocalista Babo deixou a prisão após quase dez meses e foi direto para os estúdios. As composições brotaram na cadeia e levaram o Cartel a mais um álbum de inéditas. Aqui ainda ficam algumas lembranças dos bons tempos. Este fica reservado pra um grande amigo.

Aterciopelados – Rio


Os colombianos celebram a natureza com a mesma suavidade e riqueza sonora do álbum anterior. Nada de Rio de Janeiro, o rio em questão é o de Bogotá e a sua recuperação é algo que ecoa nas letras do rock alternativo, cheio de influências, produzido pela banda. Disco bem novo, de outubro, mas que já chega aos ouvidos de algumas pessoas também aqui no Brasil.

Calle 13 – Los De Atrás Vienen Conmigo


O duo de Porto Rico, figurinha carimbada aqui no blog, volta com mais um álbum de inéditas. Residente e Visitante emplacam 16 faixas, com hip hop, reggaeton e várias participações especiais. Uma delas ganhará uma postagem exclusiva ainda nesta semana. Lançado em outubro, é uma boa pedida para aqueles que querem ampliar seu vocabulário em espanhol.

Capas dos álbuns: sites oficiais das bandas