Abrindo as figurinhas do dia, um confronto com passaporte.

41-de-64

Bukola Elemide nasceu em Paris, filha de pais nigerianos, e retornou com eles à África aos dois anos de idade. Tímida na adolescência, ela conta que “as pessoas não entendiam minha voz, e os corais não queriam nada comigo. Eu precisaria frequentar a igreja primeiro antes de poder ter alguma chance de chegar perto de um microfone”, lembra.

Já com o nome artístico Aṣa (pronuncia-se Asha, e quer dizer “gavião” em Yorubá), a cantora encontra seu diferencial em uma faixa sintonizada entre o pop e a soul music, com melodias que valorizam o sentimento que coloca nas músicas. Compondo em inglês e Yorubá, Asa retornou à França 20 anos depois de sua saída para tentar carreira internacional. Naquele momento, seu primeiro single, Eyé Adaba, ganhava força nas rádios nigerianas. É com ele que vamos.

Do outro lado, o fim de dois grupos acabou gerando um novo. A Banda de Turistas se formou em 2006, da união de uma banda instrumental (com influências do final dos anos 60 e um pouco de rock alemão) com outra mais voltada ao pop. À época, nenhum dos integrantes tinha mais que 19 anos. O resultado de tudo isso foi uma sonoridade com ares experimentais e muito sabor de novidade.

Vamos com o single “Cada día”, do álbum Ya (2012).

Sobre o jogo: Ouvir uma playlist com nossas figurinhas tem tudo para ser melhor que o jogo em si. Os argentinos ainda não mostraram futebol de favoritos, enquanto a Nigéria confirmou a bolinha que mostrou na Copa das Confederações. Ainda assim, os turistas argentinos devem carimbar a vaga em primeiro no passaporte para as oitavas.