03-de-64

Segundo dia de Mundialbum, e as próximas figurinhas já colocam frente a frente os dois países finalistas da última Copa.

Da Espanha temos Els Amics de les Arts, banda da região da Catalunha, entrando em campo com “4-3-3”. A banda é um representante do que alguns tem chamado de nova onda do folk-pop catalão. Sua música é caracterizada por histórias curtas acompanhadas de melodias simples, com alguns toques de música eletrônica, jogos de palavras e muita ironia.

Sobre o holandês Joggo, preste bem atenção na foto. Parece familiar pra você? Pois é, o músico é irmão mais novo e menos famoso de Clarence Seedorf, ex-jogador do BOTAFOGO, entre outros clubes, além da seleção da Holanda. O próprio Joggo, ou Jürgen Orville Seedorf, até tentou a carreira de jogador, passando inclusive pelas categorias de base do Ajax e do Real Madrid, mas profissionalmente passou longe de obter o mesmo sucesso de seu irmão. Em 2011, pendurou as chuteiras pra investir na música, mais especificamente no reggae. Falta saber se ele será mais bem sucedido com a voz do que com os pés, e um exemplo de que ele pode estar no caminho certo é “Blaze It”, candidata a trilha sonora dos coffee shops de Amsterdã.

O jogo

A Espanha é praticamente a mesma de 4 anos atrás, enquanto a Holanda vem com várias caras novas em relação ao time vice-campeão em 2010. Os primeiros estão envelhecidos e não apresentam o mesmo nível do passado e os segundos são uma incógnita, dada sua juventude e inexperiência. Tudo isso é pura encheção de linguiça pro fato de que não tenho a menor ideia de quem leva essa, mas gostaria que fosse a Holanda: 2×1 pros laranjas.