Como levar a sério uma banda que se definisse como eletro-pop-melodramático? A resposta é muito simples: pra quê levar a sério?

Música pop é, por definição, comercial. Essa declaração, quando no contexto de vários estilos e bandas, já encaminha o raciocínio do leitor por um caminho pejorativo. Não é o caso. Sucesso comercial não é pecado. Ser pop não é pejorativo.

Essa mistura de eletrônico e pop deu muito certo, principalmente por ser o melodrama a parte que menos se deve levar a sério. A banda argentina Miranda marcou presença no Invasões Bárbaras com uma música dançante, pra cima, ritmo envolvente e uma letra que me deixou vários dias cantarolando hespanices por aí. A banda é diversão pura.

Outra marca interessante que a banda deixou no programa. Com o clipe da música Don, o Invasões Bárbaras fez sua primeira aparição como quadro do programa Agenda, na Rede Minas. Deixo um presente pra vocês: não é sempre que podemos fazer isso, como nos sugeriu a Fernanda lá nos comments da Alemanha, porque nem todas as bandas que encontramos têm um site oficial, ou nem mesmo nós encontramos o site. Mas o Miranda tem um, muito bom, em que é possível ver os clipes. Divirtam-se: www.esmirandamiamor.com