As big bands são grupos de jazz, com 12 ou mais membros, que foram muito populares na cena americana dos anos 20 aos anos 50. Como a maior parte das coisas que fez sucesso nessa época nos Estados Unidos, as big bands chegaram ao Japão.

O ska é um ritmo jamaicano, precursor do reggae, que mistura mento (um ritmo folclórico do caribe) com jazz. O ritmo teve 3 fases, sendo a mais famosa a terceira, que começou nos anos 80, apresentando bandas como Reel Big Fish, Sublime e No Doubt. Como a maior parte das coisas que fizeram sucesso no mundo nessa época, a Terceira Onda do Ska chegou ao Japão.

A questão é que esses dois elementos musicais, a banda e o ritmo, poderiam ter passado pelo território nipônico de forma paralela, mas em 1985 alguém resolveu juntá-las. Asa Chang, um percussionista relativamente famoso na cena japonesa, juntou mais 9 veteranos da música e formou a Tokyo Ska Paradise Orchestra (東京スカパラダイスオーケストラ), ou Skapara para os íntimos.

Em 23 anos de existência, a big band viria a se tornar uma referência do ska por todo o leste asiático. Durante 8 anos, Asa tocou junto a seus companheiros. Em 1993, ele saiu para cuidar de um projeto paralelo, o Asa Chang & Junray, em que permanece até hoje.

Em 2007, a Skapara fez uma turnê pela europa, promovendo seu cd Wild Pace. O maior show do grupo em solo europeu aconteceu no segundo dia do Festival Eurockéennes, quando tocaram ao lado de The Hives e Queens of the Stone Age. Na quarta-feira passada, dia 26 de março, eles lançaram seu 13º álbum de estúdio, Perfect Future, que em breve estará no nosso programa semanal, no quadro Saído do Forno.

Você pode achar que nunca ouviu uma música sequer da Skapara, mas na internet você pode encontrar trabalhos da banda rotulados com o nome de outras bandas da terceira onda do ska, como é o caso do Tema de “O Poderoso Chefão”, que segue abaixo.