Sexta-feira à tarde, casa de parentes, barriga cheia. “Meu Deus do céu, o que eu vou escrever para o blog?” Los Pericos, estava na programação, eu sei. Mas em uma jogada inesperada a estagiária surpreende os leitores e os próprios chefes, avança algumas casas e tcharãn(!!!) escolhe outro tema.

Tipo um Titãs. Bom, tem gente que acha.

Bersuit Vergarabat é rock, é irreverente e já está na cena musical argentina há bons 20 anos. Tempo suficiente para consagrar a banda – que começou tocando no circuito underground portenho – como uma das maiores do país.

Criticam o sistema capitalista, a política, a sociedade e tudo o que a maioria dos jovens acredita que deva ser criticado. O pijaminha, por exemplo, com os quais os rapazes tradicionalmente se apresentam é uma homenagem aos internos do Hospital Municipal José Tiburcio Borda, hospício de Buenos Aires.

Ok, talvez eles sejam um pouquinho mais escrachados que os Titãs. “Hociquito de Ratón”, em português “Focinho de Rato”, é a música do grupo que acompanha o ápice de suas apresentações. Aproximadamente vinte mil garotos controlam o coraçãozinho enquanto algumas felizardas são convidadas para dançar no palco. Er… Sem blusa.

O ato, tradicionalíssimo, inclui a interação de Cordera, vocalista, com as meninas. Com algumas menos, com outras mais. Considerado pelas fãs uma honra e a realização de um sonho, “Hociquito de Ratón“, é obvio, já esta no Youtube.

Espetáculos à parte, a banda realmente merece uma conferida. Em 2004 chegaram a ser considerados pela mídia argentina como a melhor banda do país. La Argentinidad al Palo, álbum lançado no mesmo ano, recebeu um dos maiores prêmios da música argentina: o “Gardel de oro a la musica”. Mas, afinal, quem precisa disso quando se tem uma canção (“O vas a misa…”) no game FIFA 07??